Visitantes

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

17 questões sobre geografia agrária - vestibular


IFG

1 - A partir da segunda metade do século XX, vários países do mundo, inclusive o Brasil, implantaram um pacote de medidas que recebeu o nome de revolução
verde.
Assinale a alternativa que indica duas características desse momento.
a) Uso intensivo de agrotóxico; aplicação de adubos e fertilizantes.
b) Introdução de espécies vegetais nas florestas; uso de adubação orgânica.
c) Revitalização de biomas degradados; retorno da população urbana para o campo.
d) Surgimento de movimentos sociais no campo; aumento da produtividade e o fim da fome.
e) Uso de sementes selecionadas; uso de sementes transgênicas.

IFMT

2 - “A cana-de-açúcar é outra monocultura que tem se expandido nos Cerrados mato-grossenses, apresentando níveis crescentes de área plantada e produção. O produto é absorvido no próprio Estado pelo setor industrial sucroalcooleiro, que produz açúcar, álcool hidratado e anidro.”
(MORENO, Gislaene; HIGA, Tereza Cristina Souza (Orgs.). Geografia de Mato Grosso: território, sociedade, ambiente. Cuiabá: Entrelinhas, 2005. p. 154-155.)
Com base nos seus conhecimentos acerca do assunto tratado no texto acima, assinale a alternativa correta:
a) Das indústrias sucroalcooleiras mato-grossenses, destaca-se a usina Itamarati, com sede em Barra do Bugres. Essa usina opera em toda a cadeia produtiva da cana-de-açúcar, dispõe de instalações modernas e utiliza-se de tecnologia de ponta, desde o plantio até a transformação final da matéria-prima em álcool e açúcar.
b) O plantio da cana-de-açúcar é feito, geralmente, nos meses de abril e maio e a colheita de setembro a dezembro. Em Mato Grosso, como grande parte da produção ainda não é mecanizada, predomina nesse tipo de cultivo o trabalho braçal da mão-de-obra volante, ou seja, contratada temporariamente pelas empresas,
através de empreiteiros ou agenciadores, conhecidos por “gatos”.
c) A cultura da cana-de-açúcar, para evitar a erosão do solo em terrenos inclinados, é cultivada ao longo dos vales fluviais.
d) “Gato” é um personagem da estrutura agrária brasileira e, assim como o “grileiro”, contrata trabalhadores braçais como mão-de-obra para fazendas ou projetos agropecuários.
e) Embora a cana-de-açúcar tenha sido introduzida, primeiramente, na capitania de São Vicente (litoral de São Paulo), foi na Zona da Mata do nordeste do Brasil – faixa litorânea que se estende do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia – que sua cultura e transformação (industrialização) em açúcar prosperaram, nos séculos XVI e XVII.

IFCE

3 - O agronegócio, também conhecido por seu nome em inglês "agribusiness", cujas cadeias produtivas se baseiam na agricultura e na pecuária, apresenta um grande dinamismo econômico e pode fazer do Brasil um dos maiores produtores agropecuários do mundo.
Com relação ao agronegócio é verdadeiro afirmar-se que
A) a soja, cultivo mecanizado e irrigado, foi a primeira lavoura moderna a se desenvolver no território brasileiro, onde é cultivada, principalmente, em áreas de terrenos litorâneos planos e baixos e próximos de rios e açudes.
B) o agronegócio é o conjunto da cadeia produtiva ligado à agropecuária, incluindo todas as atividades de indústria e serviços de antes, durante e depois da produção. Essa cadeia movimenta a economia, ao empregar trabalhadores, gerar renda e pagar impostos.
C) a expansão do agronegócio, no Brasil, não provocou mudanças no campo, mas gerou riquezas e contribuiu para a desconcentração de rendas e terras. Essa expansão diminuiu, recentemente, o êxodo rural.
D) o café, a soja, o milho e a mandioca, juntamente com a pecuária, podem ser considerados as estrelas do agronegócio brasileiro. Esses produtos garantem um volume elevado na pauta de exportações no país.
E) a expansão monocultora de árvores como o eucalipto, o pínus e a acácia, também tem contribuído para a fortificação do agronegócio brasileiro, uma vez que está comprovado que essa expansão não causará consequências socioambientais.

4 - O setor agropecuário ainda desempenha funções importantes para a economia urbano-industrial brasileira. Não corresponde ao contexto da afirmativa descrita:
A) libertação de força de trabalho para as cidades em função da modernização técnica do campo e do
consequente êxodo rural.
B) geração de saldos comerciais positivos, por meio das exportações agrícolas, que financiam as importações de bens de capital para as indústrias.
C) o consumo de bens das indústrias mecânicas, como máquinas agrícolas, e das indústrias químicas, como fertilizantes.
D) abastecimento de alimentos a preços relativamente baixos para a população urbana, o que permite
conservar os custos reduzidos da mão-de-obra nacional.
E) expansão acelerada da demanda rural de bens de consumo, que decorre dos rendimentos médios relativamente altos dos agricultores familiares e dos trabalhadores rurais.

UEPB

5 - O crescimento da economia brasileira desenvolveu-se sob o signo dos grandes ______ e da concentração de renda. A _______ da agricultura e a concentração ______ produziram o ________
acelerado, que se manifesta na formação das _______ urbanas. No campo, os novos padrões de ______ impostos pelos complexos ______ continuam a provocar a ruína dos pequenos produtores,
configurando um quadro de verdadeira tragédia social.
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto.
a) agroindustriais – produtividade – das periferias – consumo – favelas – monopólios – rurais.
b) monopólios – crise – de terras – crescimento – franjas – consumo – urbanos.
c) agronegócios – produtividade – de renda – consumo – massas – investimentos – industriais.
d) monopólios – modernização – fundiária – êxodo rural – periferias– produtividade – agroindustriais.
e) capitalistas – proletarização – fundiária – enriquecimento –favelas – modernização – agroindustriais.

6 - Assinale com V ou com F as proposições conforme sejam respectivamente Verdadeiras ou Falsas em relação à leitura da paisagem agrária mostrada na foto.








( ) A modernização do campo provoca a subordinação crescente do campo à cidade e à indústria, destino da produção agrícola e de onde recebe insumos e equipamentos.
( ) A modernização da agricultura torna as paisagens agrícolas homogeneizadas, através da especialização produtiva, para atender ao mercado urano/industrial cada vez mais exigente.
( ) O campo torna-se cada vez mais auto-suficiente em função de ser o espaço que mais rapidamente absorve as modernizações do meio técnico-científico-informacional.
( ) A modernização do campo reduz a população rural, mas contribui para a formação de uma população agrária, que, além dos bóias-frias, inclui agrônomos, tratoristas, mecânicos e outros profissionais qualificados, que, mesmo morando nas cidades, dedicam-se as atividades agrárias.
A seqüência correta das assertivas é:
a) F V V V d) V V F V
b) F V V V e) V F F F
c) V F F F

7 - O processo de concentração fundiária caminha junto à industrialização da agropecuária com predomínio de capitais. Logo:
I - O discurso de modernidade das elites tem contribuído para que a terra esteja concentrada nas mãos da grande maioria dos agricultores brasileiros.
II - Os pequenos agricultores não conseguem competir e são forçados a abandonar suas lavouras de subsistência e vender suas terras.
III - A intensa mecanização leva à redução do trabalho humano e à mudança nas relações de trabalho, com a especialização de funções e o
aumento do trabalho assalariado e de diaristas.
IV - As modificações na estrutura fundiária provocam desemprego no campo, intenso êxodo rural, além de aumentar o contingente de trabalhadores sem direito à terra e sua exclusão social.
Estão corretas
a) Apenas as proposições I e IV
b) Apenas as proposições I II e III
c) Apenas as proposições II, III e IV
d) Apenas as proposições II e III
e) Todas as proposições

CECIERJ

8 - À época da colonização europeia na América, um sistema agrícola amplamente utilizado era baseado na grande propriedade monocultora, com produção de gêneros tropicais, voltada para a exportação. Esse sistema, na atualidade, persiste em países como Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Índia e Malásia, dentre outros. O sistema agrícola descrito acima refere-se à
(A) Agricultura de subsistência.
(B) Agricultura de jardinagem.
(C) Plantation.
(D) Agroecologia.

9 - Os principais sistemas agrícolas mundiais são representados pela agricultura
itinerante, plantation, agricultura de jardinagem e agricultura moderna.
Com relação ao sistema de plantation, coloque V para a afirmativa verdadeira e F
para afirmativa falsa.
( ) É um sistema típico dos países subdesenvolvidos, foi utilizado amplamente
durante a colonização européia na América Latina.
( ) Caracteriza-se pelo uso de sementes selecionadas e uso intensivo de
máquinas e técnicas modernas.
( ) É um sistema praticado em regiões que possuem escassez de espaço para
o plantio.
( ) Caracteriza-se, atualmente, por compreender o minifúndio e a monocultura.
( ) Utiliza-se de mão-de-obra barata, numerosa e desqualificada e destina-se à
exportação.

UFVJM

9 - ASSINALE a alternativa que apresenta a seqüência correta.
A região do Oriente Médio vem protagonizando uma série de conflitos entre árabes
e judeus. Os acordos assinados pelos líderes palestinos e israelenses não têm
assegurado a paz e nem encontrado o apoio das populações que representam.
Muito desses entraves, deve-se à existência de grupos radicais de ambos os lados
que não admitem a possibilidade de assinar um acordo de paz com o .inimigo..
Com base nestes dados, ASSINALE a afirmativa INCORRETA.
A) V, V, F, V, F

B) F, F, V, V, F

C) V, F, F, F, V

D) F, V, F, F, V

10 - A soma das exportações do agronegócio brasileiro no período de 12 meses terminado em março registrou um novo recorde. Com US$ 79,8 bilhões em vendas entre abril de 2010 e março de 2011 e a alta dos preços das commodities (...), o país deve superar, em breve, a marca dos US$ 80 bilhões (...) As exportações no período, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), cresceram 19,7% em relação ao período de abril de 2009 a março de 2010.

Assinale a alternativa que identifica a tendência provocada pela evolução do agronegócio no Brasil.
(A) Apoio dos produtores ao Código Florestal em vigência desde 1965, porque a modernização produtiva permite a reconstituição da vegetação removida por sistemas produtivos precários.
(B) Nova condição do país no cenário econômico internacional, porque, no futuro, as novas potências serão produtoras de commodities.
(C) Retenção da população no campo, aumentando o contingente rural, que estava declinando desde os anos 1970.
(D) Freio importante no ritmo do desmatamento, em especial, das zonas do norte do Mato Grosso, devido ao aumento da produtividade agrícola.
(E) Grande demanda por terras agrícolas, especialmente nos biomas do Brasil central e do Norte do país.

                                                 UFTM

11- Um sistema agrícola singular é caracterizado pela existência de pequenas comunidades de agricultores, que, organizados em aldeias, praticam a policultura. Esse sistema, além da
geração de produtos básicos para consumo próprio e para o mercado interno, concentra-se em um produto voltado exclusivamente para exportação. Apesar de praticada em moldes tradicionais, com baixa tecnologia e produtividade, a policultura se sustenta pelas rendas geradas com o produto de exportação, que tem como destino
mercados com população de alta renda.
Um exemplo desse sistema agrícola é o da produção e consumo
(A) do cacau, matéria-prima para o chocolate, exportado por alguns países da África para o mercado europeu.
(B) da coca, produzida nos países andinos e que tem como destino os países vizinhos mais ricos: Brasil e Argentina.
(C) do chá, que desde o século XIX se mantém como principal produto de comércio entre a Índia e a Inglaterra.
(D) do algodão, matéria-prima da indústria têxtil, exportado em grande escala do Brasil para os Estados Unidos.
(E) do milho, sustentáculo dos países do sudeste asiático e que tem

12 - Características de solo, clima e vegetação próximas àquelas encontradas no Brasil central, existência de ferrovias, proximidade dos portos da fachada atlântica e destes com os mercados
da Europa e Estados Unidos são alguns dos atributos que têm sustentado a expansão da cultura da soja
(A) no vale do rio Jequitinhonha, que abrange o nordeste de Minas Gerais e sul da Bahia.
(B) na região do agreste nordestino, anteriormente dominada pela cana-de-açúcar.
(C) no vale do rio Amazonas, aproveitando a suavidade dos relevos de várzea.
(D) na região do MAPITO, que abrange o leste do Tocantins e sul do Maranhão e Piauí.
(E) no oeste paulista, em substituição à pecuária, que migrou para o Centro-Oeste.

13 - Embora a expansão desta cultura esteja mais concentrada               em São Paulo, já o está também no Paraná, em Mato Grosso do Sul, no Triângulo Mineiro, em Goiás e em Mato Grosso. Nesses Estados, reduziu-se a área de produção de alimentos agrícolas e se deslocou a pecuária na direção da Amazônia.
(Ariovaldo Umbelino de Oliveira. Folha de S.Paulo, 2008)
Com base nos conhecimentos sobre as transformações recentes no campo brasileiro, pode-se concluir que o texto trata da expansão do(a)
(A) cana-de-açúcar.
(B) feijão.
(C) eucalipto.
(D) algodão.
(E) soja.

14 - Leia o texto e assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas.
A soja é considerada como planta de dias curtos (noites longas); por isso grande parte da área mundial cultivada com essa cultura está localizada em latitudes maiores que 30º, onde prevalecem condições de clima temperado. O Brasil representa uma exceção dentro desse contexto. Atualmente, cerca de metade da produção brasileira é colhida nos estados
compreendidos em latitudes menores que 20º. As regiões situadas em latitudes menores que 10º representam atualmente a área de expansão da soja, especialmente nos estados
, e .
(www.cptsa.embrapa.br/catalogo/livrorg/sojamelhoramento.pdf)
(A) de Mato Grosso do Sul … Mato Grosso … Goiás
(B) da Bahia … Pernambuco … Piauí
(C) de Goiás … Rondônia … Roraima
(D) do Maranhão … Piauí … Tocantins
(E) de Minas Gerais … Espírito Santo … Bahia

15 - Apesar do desempenho da grande lavoura de exportação, é de fundamental importância para a economia brasileira a produção familiar em propriedades com menos de 100 hectares.
Sobre esse setor, considere as informações a seguir:
I. Com a modernização acelerada do campo na década de 1970, hoje menos de 50% das propriedades rurais no Brasil têm menos de 100 hectares.
II. As propriedades com menos de 100 hectares empregam pouca mão-de-obra, em razão de seu alto custo, utilizando basicamente a mão-de-obra familiar e, nos períodos de colheita, os bóias-frias.
III. As propriedades com menos de 100 hectares são responsáveis por cerca de 70% dos alimentos produzidos no país, com destaque para a mandioca, o feijão, o milho, as aves
e os suínos.
Está correto somente o que se afirma em
(A) I.
(B) I e II.
(C) II.
(D) II e III.
(E) III.

16 - A ocupação dessa região foi induzida pela mineração, sendo posteriormente substituída pela pecuária, atividade que perdura até os dias atuais. Limitações ambientais importantes,
como o ciclo enchente-cheia-vazante-seca, não favorecem a prática agrícola em grande escala
(A) na Campanha Gaúcha.
(B) no Pantanal Matogrossense.
(C) na Caatinga.
(D) nas Matas de Araucária.
(E) na Serra do Mar.

17 - Observe os mapas apresentados a seguir para responder à questão.
Os mapas apresentam duas culturas agrícolas que destacam a divisão existente entre a agricultura de exportação, estruturada pelo agronegócio, e a agricultura para o abastecimento interno, em que tem grande importância a propriedade familiar. São elas:
(A) I – laranja e II – feijão.
(B) I – soja e II – cana-de-açúcar.
(C) I – arroz e II – laranja.
(D) I – feijão e II – soja.
(E) I – cana-de-açúcar e II – arroz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares