Visitantes

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

10 questões sobre globalização - vestibular

IFG

1 - Estudos recentes sobre a urbanização brasileira nos mostram algumas características da ocupação do solo. Sobre o processo de urbanização, assinale a alternativa correta.
a) A urbanização brasileira se desenvolveu com ampla integração ambiental.
b) As principais capitais brasileiras foram cidades planejadas para minimizar os impactos ambientais.
c) As cidades brasileiras, na sua maioria, cresceram ordenadamente, dentro de uma lógica social, promovendo a qualidade de vida do cidadão.
d) A conurbação que acontece em algumas cidades brasileiras pode ser uma solução adotada para minimizar os problemas de saneamento básico.
e) O crescimento desordenado das áreas urbanas provocou grandes impactos ambientais, principalmente na Mata Atlântica.

2 - A região Sudeste, principalmente a região de Campinas, tem apresentado um intenso crescimento industrial, que se destaca, no contexto nacional:
a) pelo desenvolvimento da indústria de ponta, estimulado pelos tecnopolos, criados a partir de uma integração entre a comunidade acadêmica e o empresariado.
b) pelo predomínio das indústrias de base nesta região.
c) pela localização geográfica privilegiada e pela proximidade das matérias-primas.
d) pelo desenvolvimento do agro-negócio na região, principalmente pela indústria sucro-alcooleira.
e) pelo incremento do capital estrangeiro investido na criação de postos de trabalho e na geração de empregos.
d) Aumento de casos de esterilidade em virtude de problemas respiratórios causados pelo excesso de poluentes no ar.
e) Maior esclarecimento da população e maior participação da mulher no mercado de trabalho.

IFMT

3 - Sobre a indústria brasileira, sua concentração e desconcentração espacial, a alternativa correta é:
a) A industrialização brasileira foi tardia, ao longo do século XIX, concentrando-se na região Sudeste do Brasil, reproduzindo as desigualdades regionais sociais e econômicas.
b) No governo de Getúlio Vargas, no período do Estado Novo, a preocupação estatal foi com a indústria de base, com enfoque na produção de energia e setor de transportes; já no governo de Juscelino Kubitschek, o setor automobilístico teve a atenção maior.
c) A industrialização como substituição de importações, com capital estatal abundante e mão-de-obra barata,acontece no Brasil através da indústria de bens de consumo duráveis e com destaque para o setor têxtil e produção de alimentos.
d) A partir de 1950, como parte do planejamento estatal do governo federal, inicia-se a desconcentração industrial, acentuada depois de 1990, pela crescente abertura econômica e desenvolvimento técnicocientífico.
e) Com a desconcentração industrial, o Sudeste brasileiro, principalmente São Paulo, passou por grandes mudanças espaciais e sociais, deixando de ser a área de maior concentração industrial, posto ocupado hoje pelo Nordeste brasileiro.

4 - “A distribuição espacial das indústrias vem se modificando. Algumas velhas regiões industriais entram em
decadência ou então se renovam, mudando bastante a sua paisagem, e outras novas surgem em locais
diferentes. [...]”
(VESENTINI, José W. Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2008. p. 111.)
Em relação às indústrias e ao espaço geográfico mundial e brasileiro, é correto afirmar que:
a) alguns setores industriais, como as indústrias automobilísticas e petroquímicas, as usinas siderúrgicas e metalúrgicas, são transferidos dos países desenvolvidos para os países menos desenvolvidos, assim como as
indústrias avançadas ou de ponta, como informática, biotecnologia, microeletrônica.
b) As áreas nobres são aquelas reservadas para a instalação de indústrias que exigem mão-de-obra abundante e barata com elevado nível de escolaridade, fonte de energia diversificada e centros de pesquisas, como as universidades.
c) A pesquisa tecnológica, ao contrário do que ocorria há algumas décadas, tornou-se um fator essencial de qualquer grande empresa industrial, criando polos importantes de inovação tecnológica, muitas vezes distantes da fábrica de produção.
d) Os novos setores de ponta em tecnologia e na indústria representam aplicações de conhecimentos científicos: da Microfísica, Ecologia, de teorias avançadas da Matemática e da Genética, daí a localização próxima de grandes centros de pesquisas e de fontes de matéria-prima.
e) As velhas regiões industriais de ponta, que unem centros produtores de tecnologia com indústrias de informações ou biotecnológicas, são denominadas de Terceira Revolução Industrial de tecnopolos.

5 - “Não havia energia e os telefones não funcionavam direito. A rádio era a única forma de apelo, o único contato que as pessoas tinham. Centenas de pessoas sintonizavam a rádio. A partir da meia-noite chegaram os piores relatos. [...]”
(PALMARES, Edson Silva de. Rádio vira centro de resgate. Revista Isto É. São Paulo: Três Editorial Ltda., a. 34, n. 2.120, p. 115, 30 jun. 2010.)
As enchentes urbanas, como as ocorridas em Pernambuco e Paraíba, são cada vez mais comuns nas grandes e pequenas cidades, mostrando alterações no clima urbano. Entre as afirmações abaixo, identifique a alternativa correta sobre os fatores que envolvem a cidade, o ciclo hidrológico e o aumento do calor:
a) As enchentes que ocorrem nas várzeas dos rios, no período das cheias, são fenômenos naturais, mas o clima tropical – na maior parte do Brasil sujeito a grandes índices de precipitação e com a presença de metrópoles, em sua maioria, na zona litorânea – favorece as grandes catástrofes.
b) Com o acúmulo do lixo urbano, os bueiros e as galerias fluviais construídos para captar as águas das chuvas se tornam comprometidos e insuficientes, não conseguindo dar vazão a essas águas e agravando as
enchentes nos grandes centros urbanos.
c) A presença da ilha de calor, com aumento da temperatura da periferia em direção ao centro, pode atingir, em casos extremos, uma diferença de até 10° C, mas não interfere na ocorrência das enchentes urbanas.
d) Com a canalização dos córregos e a impermeabilização do solo urbano pela pavimentação, a quantidade de águas das chuvas que corre superficialmente pode diminuir e evitar as enchentes.
e) O material particulado em suspensão no ar, resultante das queimadas e da poluição do ar, favorece a formação de núcleos de condensação de água na atmosfera, diminuindo o volume das precipitações.

6 - “Em 2000, trinta cidades brasileiras tinham o status de grandes – ou seja, haviam ultrapassado a barreira dos 500.000 habitantes. Dezoito delas eram capitais e doze estavam no interior. Na última década, mais dez municípios entraram para esse clube. Desta vez, apenas duas capitais estão entre os que subiram ao primeiro time – a sergipana Aracajú e a mato-grossense Cuiabá. [...]”
(PAULIM, I; COUTINHO, L.; SPERANDIO, M. As lições das que já viraram metrópole. Revista Veja. São Paulo: Ed. Abril, a. 43, n. 35, p. 121, 1 set. 2010.)
O texto acima mostra o dinamismo das cidades brasileiras. Sobre o processo de urbanização brasileiro, hierarquização e crescimento das cidades, identifique a alternativa correta:
a) A grande concentração de metrópoles nacionais e regionais brasileiras ainda ocorre na região litorânea,
apresentando infraestrutura e oferecendo serviços comuns de forma homogênea a todos os seus habitantes.
b) A presença de metrópole regional, centros regionais, sub-regionais e locais espalha-se de forma hierarquizada e mais significativa nas regiões Sul e Norte do país.
c) Entre os agentes produtores e consumidores do espaço urbano brasileiro estão o estado, os agentes imobiliários, proprietários dos meios de produção, os proprietários fundiários, as construtoras, incorporadoras e os diferentes grupos sociais.
d) Nos primeiros séculos de povoamento e colonização do Brasil, a formação das cidades e vilas ocorreu associada com a evolução econômica e política do país, tendo os ciclos econômicos exercido pouca influência na sua distribuição pelo território nacional.
e) A urbanização em Mato Grosso reflete uma forte influência dos fluxos migratórios, inclusive com a participação dos órgãos governamentais e projetos particulares, que direcionavam esses fluxos para a região Sul do estado.

7 - A figura e seus conhecimentos sobre o tema levam à reflexão de que:
I - Em áreas de grande expansão urbana, os problemas erosivos tornam-se uma ameaça à população que vive em habitações urbanas informais, ou seja, improvisadas e inacabadas.
II - Em muitas cidades brasileiras sua expansão avança para terrenos topograficamente mais inclinados e geologicamente instáveis. É o caso de obras efetuadas nas vertentes dos morros, ou seja, em
áreas extremamente suscetíveis à erosão pluvial.
III - Na ocupação urbana nas áreas de risco, as consequências são desastrosas principalmente para a população de baixa renda. O material que escorrega com o deslize de terras provoca o
assoreamento dos rios, córregos e bueiros, contribuindo para as enchentes urbanas, catástrofes irreparáveis presentes em muitas cidades brasileiras, como o caso de Angra dos Reis e recentemente nos estados de Pernambuco e Alagoas. Está(ão) correta(s):
a) Apenas a proposição I
b) Apenas as proposições I e II
c) Apenas as proposições II e III
d) Apenas as proposições I e III


8 - As proposições abaixo tratam da dinâmica espacial da indústria brasileira. Analise-as e escreva F ou V conforme sejam Falsas ou Verdadeiras.
(   ) Inicialmente o crescimento industrial e os investimentos em infraestrutura concentraram-se no Sudeste do país. Esse fenômeno reforçou
a tendência de concentração espacial da indústria e acentuou as desigualdades regionais.
(    ) Até a década de 1960 o Sul e o Nordeste eram regiões industriais periféricas e no Norte e no Centro-Oeste havia apenas núcleos locais isolados, os chamados enclaves industriais.
(   ) A partir da década de 1940, a fim de impulsionar o crescimento econômico regional, o governo federal iniciou a implantação de medidas para descentralizar os investimentos públicos e privados, entre os quais, com destaque, os investimentos fiscais.
(   ) A partir de 1990, intensificou-se o processo de desconcentração industrial. Muitas indústrias deixaram áreas tradicionais e instalaram unidades fabris em novos espaços geográficos, na busca de vantagens econômicas, incentivos fiscais, menores custos de produção, mão-de-obra barata, mercado consumidor significativo e atuação sindical pouco expressiva. A alternativa que apresenta a sequência correta é:
a) V V F F
b) V V V F
c) F F F V
d) V V F V
 e) F F V V

9 - Identifique a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto.
A estrutura produtiva do país passou por dois ciclos de profundas alterações nas últimas décadas. O primeiro refere-se ao projeto de __________ da economia, consolidado com o desenvolvimento
__________ a partir da década de 1960. Juntamente com a modernização do __________, desde então redesenhou-se a ocupação do espaço brasileiro. A reorganização econômica e geográfica não se faz de forma isolada. A crescente importância da __________ na produção da riqueza nacional trouxe conseqüências para a divisão __________ do trabalho. As mudanças de rumo do capitalismo internacional decorrentes da crise do __________ e do
endividamento do Estado, alteraram os padrões da __________ brasileira. As __________ tornaram-se peças fundamentais do cenário econômico do país. No final da década de 1980 e inicio de
1990 inaugura-se um novo ciclo de mudanças: reestruturação do papel do __________, busca de qualidade, redução de custos para elevar a produtividade do país no comércio internacional e alteraçõesna divisão setorial do trabalho.
A alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto é:
a) industrialização / do estado / multinacional / indústria petrolífera / agropecuária / meio interregional / modernização / industrial / campo
b) industrialização / do estado / multinacional / indústria petrolífera / agropecuária / meio interregional / vida campestre / redes industriais / ciclo de modernização
c) modernização / do campo / interregional / industrialização / estatal / meio industrial / agropecuária / pesquisa petrolíferas / produtomultinacional
d) modernização / industrial / campo / agropecuária / interregional / estado / empresa multinacional / industrialização / petróleo
e) modernização / industrial / campo / agropecuária / inter-regional / petróleo / industrialização / multinacionais / estado

10 - Escreva F ou V (Falso ou Verdadeiro) para as proposições que tratam de realidades concretas vivenciadas no espaço urbano brasileiro pela população de baixa renda.
( ) As favelas, que muitas vezes são vistas por milhares de brasileiros apenas como lugar da desordem social, agregam milhares de trabalhadores que disponibilizam sua força de trabalho a serviço do desenvolvimento econômico do país. Esses trabalhadores não tem acesso a outro lugar no solo
urbano, nem condições de usufruir das benesses do mundo moderno.
( ) A segregação residencial é consequência de um espaço mercadoria, cujos valores de uso e troca definem as formas de apropriação e de luta pelo direito de morar na cidade.
( ) O espaço urbano de uma grande cidade como São Paulo é hoje a soma de várias cidades que apresentam realidades diversas sem articulação entre si.
( ) A falta de empregos nas grandes cidades brasileiras inclui na paisagem mendigos que moram embaixo de viadutos (sem teto), pedem esmolas ao lado de crianças além de subempregados e
crianças que disputam espaços nos semáforos para venderem bugigangas na busca da sobrevivência.
( ) A violência em toda sua dimensão não é problema apenas das grandes metrópoles; nas cidades de menor porte ela também se faz presente. Vem deixando sua marca registrada em muitas escolas brasileiras.
A alternativa que apresenta a sequência correta é:
a) V V F V V
b) V V V F V
c) F F F V V
d) V F V F V
e) F V F V V

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares